Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017. Atualizado às 00h04.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Notícia da edição impressa de 23/02/2017. Alterada em 23/02 às 00h05min

Grupo irá discutir fontes de recursos para nova agência turística do País

As discussões dentro do governo em torno da criação da nova Agência Brasileira de Promoção do Turismo (Abratur) emperraram diante da falta de um consenso sobre a origem dos recursos que irão financiar o novo órgão. A nova agência está prevista para ser criada por meio de uma medida provisória, gestada pelo governo para fortalecer o setor do Turismo. Ela substituirá a Embratur.
Uma das fontes de recursos consideradas nas discussões entre integrantes do governo para abastecer os cofres da Abratur seria parte do orçamento do Sebrae. Tal possibilidade foi discutida ontem com o presidente da entidade, Afif Domingos, e representantes do Ministério do Turismo e do Planejamento. Sem um acordo ao final das conversas, ficou decidida a criação de um grupo de trabalho para tentar encontrar "fontes alternativas" para financiar a Abratur. O grupo deverá apresentar uma proposta na primeira semana de março, após o período do Carnaval.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia