Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017. Atualizado às 19h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

turismo

Alterada em 16/02 às 20h49min

Mais de 70% da rede hoteleira do Rio de Janeiro está reservada para o carnaval

No Carnaval de 2016, média geral de ocupação hoteleira na cidade ficou em 85,93%

No Carnaval de 2016, média geral de ocupação hoteleira na cidade ficou em 85,93%


CHRISTOPHE SIMON/AFP/Arquivo/JC
Agência Brasil
A rede hoteleira da cidade do Rio de Janeiro já registra 72% de reservas para o carnaval. A ocupação média para o período foi divulgada hoje (16) pela Associação de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro.
O presidente da entidade, Alfredo Lopes, espera que a ocupação dos hotéis chegue à média geral de 80% no carnaval, podendo atingir 90% em alguns bairros. No ano passado, a média geral de ocupação hoteleira na cidade ficou em 85,93% no período.
"Tivemos uma grande exposição durante a Olimpíada, o que motiva os visitantes estrangeiros e explica a alta procura pela Barra da Tijuca [onde havia instalações da Rio 2016], mas também já temos um público cativo do mercado nacional, que procura a alegria do nosso carnaval de rua", disse Lopes.
De acordo com a associação, a Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, é o bairro mais procurado até agora, com 75% de ocupação, três pontos percentuais acima da média geral da cidade. Os bairros de Copacabana e do Leme têm ocupação de 74%; os hotéis do Flamengo e de Botafogo registram 73% de reservas e os de Ipanema e do Leblon, 71%. O Centro até agora tem 67% de quartos reservados para os dias de folia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia