Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de fevereiro de 2017. Atualizado às 20h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

aviação

Alterada em 14/02 às 21h59min

Gol fecha contrato de venda de arrendamento de 5 aeronaves Boeing com a AWAS

A Gol informa que fechou um contrato de Sale and Leaseback (venda e arrendamento) de cinco aeronaves Boeing modelo 737 MAX 8 com a AWAS. Segundo a companhia aérea, as cinco aeronaves têm um valor total de US$ 550 milhões e serão entregues entre junho e novembro de 2018. As aeronaves serão arrendadas por 12 anos.
"O anúncio desta transação de venda e arrendamento com a AWAS, que após um processo competitivo venceu a licitação, marca a modernização da frota da Gol, e esperamos que possibilitará a redução do consumo de combustível em até 15% em comparação às aeronaves 737-800 Next Generation (NG). Atualmente, ela é composta por 120 aeronaves, com idade média de oito anos", informa.
Segundo a Gol, as aeronaves 737 MAX 8 serão equipadas com tecnologias de última geração, proporcionando um melhor desempenho operacional, maior alcance e maior peso máximo para decolagem (MTOW), além de menores gastos com combustível, em comparação tanto com o modelo 737 800 NG quanto com o modelo A320neo. As aeronaves 737 MAX 8 vão contar com uma maior autonomia de voo, de até 6.500 km (em comparação aos 5.500 km atuais). "Desta forma, a GOL poderá oferecer voos sem escalas para os mercados de Miami, Ft. Lauderdale, Orlando e Cancún - destinos procurados pelos brasileiros", destaca.
Combustível
Entre as melhorias e inovações, ressalta a empresa, há também uma redução de até 15% no consumo de combustível em relação ao modelo 737 800 NG e redução de emissões de gases de efeito estufa em comparação com o Boeing 737 NG. O 737 MAX é mais silencioso, com ruído 40% menor do que os aviões de um corredor de hoje.
A empresa destaca ainda que em comparação ao modelo A320neo, a previsão da companhia é que o 737 MAX 8 irá fornecer vantagens de alcance e de custo. "Com a configuração da Gol, o 737 MAX 8 fornecerá uma vantagem de alcance de mais de 500 km em comparação com o modelo A320neo, e permitirá à Gol nove assentos adicionais em sua configuração, mantendo ao mesmo tempo seu atual espaçamento que proporciona o maior conforto aos passageiros no Brasil. A expectativa é, também, gastar até 8% menos de combustível por assento em relação ao modelo A32neo", informa.
A Gol tem uma encomenda de 120 aeronaves 737 MAX até 2028, sendo que atualmente é a principal cliente da família 737 na América Latina e uma das cinco maiores no mundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia