Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017. Atualizado às 07h09.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Previdência

Notícia da edição impressa de 15/02/2017. Alterada em 15/02 às 08h13min

Cerca de R$ 2,6 bilhões devem ser movimentados por gaúchos no saque do FGTS

Demitidos por justa causa ou que pediram demissão até 31 de dezembro de 2015 são o público-alvo

Demitidos por justa causa ou que pediram demissão até 31 de dezembro de 2015 são o público-alvo


PEDRO BRAGA/JC
Dos R$ 43,6 bilhões de saldo das contas inativas do FGTS, aproximadamente R$ 2,6 bilhões serão sacados no Rio Grande do Sul. No Estado, são cerca de 2 milhões de trabalhadores com o direito ao benefício, de acordo com levantamento realizado pela Caixa Econômica Federal. A média de valores no Estado é de R$ 1,3 mil.
O economista que integra a equipe do Estúdio de Finanças da Escola de Negócios da Pucrs, Alfredo Meneghetti, ressalta que é importante que aqueles que têm a oportunidade de acessar esses valores o façam. Isso porque até mesmo a caderneta de poupança oferece um rendimento acima do disposto pelo fundo. "O FGTS dá 3,5% ao ano, com a inflação em 10,5% a perda financeira é de 7%", afirma o professor, em um cálculo rápido. "Na poupança, o rendimento é de praticamente o dobro", argumenta.
Meneghetti lembra que o crédito de depósito bancário tem potencial de rendimento de cerca de 13% ao ano. Para o valor médio que os gaúchos irão receber, cerca de R$ 1,3 mil, o professor orienta que o destino seja a própria caderneta de poupança, por garantir maior flexibilidade de saque do que outros investimentos. Para os trabalhadores que receberem entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, o economista lembra a regra dos 33% para carteira de ativos, 33% para o tesouro direto e 33% para a bolsa de valores, apesar de ressaltar os riscos maiores desse tipo de aplicação.
Em Porto Alegre, serão 13 agências atendendo em horário especial a partir de hoje, entre elas está a matriz da Caixa, localizada na Praça da Alfândega. Essas agências também estarão em funcionamento neste sábado, das 9h às 15h, bem como nos sábados subsequentes a abertura de calendário de novos trabalhadores, exceto em abril.
O superintendente regional do banco, Ruben Danilo Pickrodt, assegura que as agências estão preparadas para receber a demanda. Ao ser questionado sobre como a demanda extra será transposta em um período de demissões voluntárias, que pretende desligar até 10 mil trabalhadores dos 30 mil que funcionários da empresa, a assessoria da Caixa informou que eles não irão atrelar os dois temas.
As agências
  • Praça da Alfandega - Rua Andradas, 1000 Centro Histórico
  • Rua da Praia - Rua Andradas, 1507 Centro Histórico
  • Azenha - Av. Azenha, 1080 Azenha
  • Bom Fim - Av. Osvaldo Aranha, 1316 Bom Fim
  • Cavalhada - Av. da Cavalhada, 2710 Cavalhada
  • Partenon - Av. Bento Goncalves, 2401 Partenon
  • Otavio Rocha - Av. Otavio Rocha, 270 Centro Histórico
  • Praça Rui Barbosa – Av. Julio De Castilhos, 276 Centro Histórico
  • Bairro Restinga - Estrada João Antônio Silveira, 1891 Restinga
  • Lupicínio Rodrigues - Rua Andradas, 1261 Centro Histórico
  • Lomba do Pinheiro - Estrada João de Oliveira Remião, 6630 Lomba Do Pinheiro
  • Assis Brasil - Av. Assis Brasil, 6750 Sarandi
  • Alto Petropólis – Av. Protásio Alves, 4639 Petrópolis
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/png/2017/02/14/206x137/1_tabelafgts-1473481.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'58a39846866f4', 'cd_midia':1473481, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/png/2017/02/14/tabelafgts-1473481.png', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '235', 'cd_midia_h': '185', 'align': 'Left'}

Saques do FGTS começam em 10 de março

O saque do dinheiro das contas inativas do FGTS começa em 10 de março deste ano para pessoas que nasceram em janeiro e fevereiro. A partir de 10 de abril, poderão sacar os recursos os trabalhadores nascidos entre março, abril e maio; a partir do dia 12 de maio, os nascidos entre junho, julho e agosto; a partir de 16 de junho, os nascidos entre setembro, outubro e novembro; e a partir de 14 de julho, os nascidos em dezembro. O prazo final de saque para todo os trabalhadores será 31 de julho.
Têm direito ao pagamento os trabalhadores que foram demitidos por justa causa ou que pediram demissão até 31 de dezembro de 2015. Serão atingidas, segundo a Caixa, 49,6 milhões de contas com saldo de R$ 43,6 bilhões, o que totalizará 30,2 milhões de trabalhadores. De acordo com a Caixa, a expectativa é que R$ 30 bilhões sejam injetados na economia com a liberação.
"O alto endividamento hoje é o maior impeditivo de um crescimento maior da economia brasileira", afirmou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante a cerimônia da liberação, no Palácio do Planalto. "A medida beneficia não só o cidadão ou cidadã, mas também o crescimento econômico." A expectativa, segundo Meirelles, é que a medida beneficie não só os consumidores, mas também impacte o crescimento do PIB. "Em resumo, a medida atinge direta e indiretamente cidadãos e empresas, mas está inserida em um processo maior, que é o processo de redução do tamanho do Estado em benefício da alocação de mais recursos para a sociedade brasileira", disse Meirelles.
O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que a liberação das contas inativas do FGTS, aliada a outras medidas, deve representar até 0,8% do PIB. A expectativa do governo federal é que, até o final de julho, ocorra uma retirada entre R$ 30 bilhões e R$ 35 bilhões, de um total de R$ 43 bilhões disponíveis nas contas inativas. Somente a liberação das contas inativas representará 0,5% do PIB.
O ministro Meirelles disse ainda que a liberação é um exemplo do bom funcionamento da não interferência do Estado na economia. "Outra mensagem importante, simbolizada por medidas como essa: são ações onde o Estado começa a não tutelar as pessoas, cada um tendo possibilidade, direito de alocar recursos da maneira como ela ou ele acha melhor."
Ele declarou que essas medidas são diferentes daquelas tomadas durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. "É uma proposta equivocada, que gerou uma série de descaminhos na economia brasileira, e vivemos hoje essa crise", disse.
De acordo com a Caixa, os clientes que possuem conta poupança individual terão debitados em suas contas o valor do Fundo automaticamente, na data da abertura do calendário mensal de pagamento. A avaliação é que haja 10 milhões de trabalhadores nessa situação. Já os correntistas poderão optar por receber o seu crédito por meio do site www.caixa.gov.br/contasinativas ou pelo telefone 0800-726-2017. As contas com saldo de até R$ 1.500,00 poderão ser sacadas nos caixas eletrônicos somente com a senha do Cartão do Cidadão. No caso das contas com saldo entre R$ 1.500,00 e R$ 10 mil, os trabalhadores precisarão ter o cartão físico em mãos e a senha se quiserem sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos. Para valores acima de R$ 10 mil, os saques deverão ser feitos exclusivamente nas agências da Caixa, e será necessária a apresentação da carteira de trabalho ou documento que comprove a extinção do vínculo de trabalho.
Dos 30,2 milhões de clientes com contas inativas e passíveis de saque, 90% têm saldo até R$ 3 mil. 8%, ou 2,3 milhões de contas, têm recursos de R$ 3.001 a R$ 10.000; 2%, o equivalente a 500 milhões de contas, estão na faixa de R$ 10.001 até R$ 50.000; e cerca de 50 milhões de contas, com percentual de cerca de 0,2%, têm acima de R$ 50.001.

Caixa cria canal exclusivo e amplia horário de atendimento em agências

A Caixa criou um site exclusivo para facilitar o atendimento ao trabalhador interessado em sacar seu FGTS. Na página, o trabalhador consegue saber se possui contas das quais pode sacar seu FGTS, o valor que tem a receber, a data do saque e os canais disponíveis para realização do pagamento. Além disso, o interessado pode ligar para o 0800-726-2017. Nos dois casos, o trabalhador deve apresentar CPF e PIS/Pasep.
Quem optar por receber o dinheiro nas agências deve apresentar documento de identificação e também a carteira de trabalho. Se o trabalhador optar por transferir o dinheiro em vez de sacá-lo, precisará pagar a tarifa de transferência bancária de R$ 15,50. A Caixa Econômica Federal abrirá 1.891 agências nos primeiros sábados após o início do cronograma mensal de liberação de saques. Essas agências ficarão abertas das 9h às 15h nos seguintes dias 18 de fevereiro, 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.
Além disso, 3.412 agências abrirão duas horas mais cedo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro para atendimento exclusivo aos trabalhadores que possuem contas inativas - a ideia é tirar dúvidas e facilitar o processo de liberação. Quem tiver até R$ 3.000,00 no FGTS poderá sacar nos correspondentes Caixa Aqui e nas lotéricas desde que seja apresentado o documento de identificação, Cartão do Cidadão e senha.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia