Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h37.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios corporativos

Notícia da edição impressa de 14/02/2017. Alterada em 13/02 às 22h35min

Heineken compra dona das cervejas Schin e Devassa

Operação abrirá espaço para a expansão no segmento premium

Operação abrirá espaço para a expansão no segmento premium


KOEN SUYK/AFP/JC
A dona das cervejas Schin, Devassa e Baden Baden vai trocar de mãos. O grupo japonês de bebidas Kirin Holdings anunciou ontem um acordo para vender sua filial no Brasil à cervejaria holandesa Heineken por ¤ 660 milhões (US$ 700 milhões).
O valor é bem inferior aos mais de US$ 3 bilhões pagos pelos japoneses ao Grupo Schincariol em 2011. Com o negócio, a cervejaria holandesa ganhará escala e passará a deter a segunda maior participação no mercado brasileiro de cervejas, atrás da Ambev e à frente do grupo Itaipava.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia