Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de fevereiro de 2017. Atualizado às 12h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

petróleo

Alterada em 02/02 às 14h01min

Produção de petróleo em dezembro foi 7,8% superior à de igual mês de 2015

A produção de petróleo e de gás natural no Brasil foi recorde em dezembro de 2016, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Apenas a produção de petróleo fechou em 2,73 milhões de barris por dia (bpd), 4,7% maior do que em novembro e 7,8% superior à de igual mês do ano anterior.
Já a produção de gás natural foi de 111,8 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), alta de 0,6% ante novembro e de 11,3% comparado a dezembro de 2015. A produção total de petróleo e gás no País foi de 3,43 milhões de barris de óleo equivalente (boe) por dia.
O campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, com a média de 710,9 mil bpd de petróleo e 30,8 milhões de m³/d de gás natural. A produção de petróleo de Lula é a maior já registrada por um campo no Brasil, superando o recorde anterior do próprio campo anotado em novembro de 2016, de 663,2 mil bpd.
No pré-sal, a produção alcançou 1,262 milhão de bpd de petróleo e 49 milhões de m³/d de gás, totalizando 1,57 milhão de boe/d, alta de 8,4% ante novembro. A produção do pré-sal correspondeu a 46% do total produzido no Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia