Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Reestruturação do Estado

Notícia da edição impressa de 18/01/2017. Alterada em 24/10 às 14h11min

José Ivo Sartori sanciona extinção de fundações

O governo do Estado publicou ontem, no Diário Oficial do Estado (DOE), os atos do governador José Ivo Sartori (PMDB), sancionando as cinco leis que extinguem nove fundações públicas, uma empresa e uma autarquia. 
O governo deve trabalhar agora na elaboração dos decretos que designam as equipes de coordenação do fechamento dos órgãos e o destino do patrimônio de cada um deles. As leis preveem 180 dias para completar as extinções.
Na lista de fundações oficialmente extintas com os atos desta terça-feira estão: Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (Fepps), Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (Figtf), Fepagro, Fundação Piratini (TVE e FM Cultura), Fundação Zoobotânica (FZB), Cientec, Fundação de Economia e Estatística (FEE), Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) e Metroplan. A Corag e a Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) completam a lista.
Já a Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI) muda o nome e o perfil para Escritório de Desenvolvimento de Projetos (EDP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia