Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h48.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Japão

Notícia da edição impressa de 24/01/2017. Alterada em 23/01 às 20h58min

Imperador Akihito dá novo passo para abdicação do trono

O imperador japonês Akihito ficou um passo mais próximo de abdicar ao trono ontem, após um painel do governo dar luz verde para o processo. O imperador expressou seu desejo de deixar o cargo em agosto de 2016, citando sua idade avançada, 83 anos, o que criou um debate sobre a sucessão na monarquia mais antiga do mundo.
Em países europeus como a Espanha e a Bélgica, monarcas deixaram o trono nos últimos anos para dar lugar à nova geração. No Japão, a última vez que isso aconteceu foi em 1817. O painel, composto por um líder empresarial e cinco acadêmicos, afirmou ao primeiro-ministro Shinzo Abe que uma legislação especial pode ser o caminho. Abe disse que pretende encaminhar a matéria o Parlamento, que pode votá-lo em meados deste ano.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia