Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de janeiro de 2017. Atualizado às 14h59.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

Alterada em 03/01 às 16h01min

Primeiro-ministro da Turquia critica governo de Obama por apoiar curdos

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, criticou o governo de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, por apoiar as forças curdas, que a Turquia considera como terroristas, e pediu que o presidente eleito norte-americano, Donald Trump, coloque um fim nessa "vergonha".
Yildirim afirmou que o exército turco matou mais de 1.200 militantes do grupo Estado Islâmico desde o começo de sua incursão militar no norte da Síria em agosto e insistiu que a Turquia é o país que lidera a luta mais efetiva contra o grupo extremista.
O primeiro-ministro discursou no parlamento um dia após o Estado Islâmico ter assumido a autoria pelo ataque terrorista em uma casa noturna de Istambul, que matou 39 pessoas durante uma festa de Ano Novo. "Eles (EUA) estão fingindo que lutam contra o Estado Islâmico. A Turquia é o único país que lidera essa batalha. Os Estados Unidos não estão fazendo nada." 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia