Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de janeiro de 2017. Atualizado às 11h57.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

23/01/2017 - 12h58min. Alterada em 23/01 às 12h58min

Inscrições no Sisu começam nesta terça-feira

A partir desta terça-feira (24), começam as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os estudantes podem selecionar até duas opções de cursos. No total, são ofertadas para o primeiro semestre desta no 238.397 vagas de graduação, em 131 instituições de ensino.
As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (27), apenas pela página do Sisu. Desde quinta-feira (19), o candidato já pode consultar a lista dos cursos oferecidos.
Para se candidatar, o aluno precisa apenas informar o número de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e escolher, por ordem de preferência, até duas opções de cursos. As opções podem ser modificadas durante todo o período de inscrições.
Durante as inscrições, o sistema calcula a nota de corte para cada curso com base no número de vagas ofertadas e no total de candidatos inscritos para cada curso, por modalidade de concorrência. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento da seleção, não garantindo, necessariamente, a vaga desejada. O resultado da chamada regular sai no dia 30 de janeiro.
Podem participar da seleção apenas os estudantes que realizaram o Enem 2016 e que não zeraram a redação.
Os candidatos que quiserem participar da lista de espera, após o resultado da chamada regular, devem se inscrever entre os dias 30 de janeiro e 20 de fevereiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia