Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de janeiro de 2017. Atualizado às 21h40.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Alterada em 30/01 às 21h49min

Clube suspende torcidas organizadas

A diretoria do Inter agiu rápido para tentar diminuir os estragos provocados por integrantes de torcidas organizadas, que se envolveram em uma briga durante o jogo contra o Veranópolis, no domingo, pela primeira rodada do Campeonato Gaúcho. Em nota divulgada no site oficial, o clube lamentou o fato ocorrido dentro e fora do estádio Antônio David Farina e anunciou a suspensão preventiva de todas as organizadas.
No comunicado oficial, a direção lamenta profundamente o episódio e afirma que já começou a identificação dos torcedores envolvidos. O clube ainda afirma que "as medidas de sanção serão imediatamente adotadas de forma independente dos pertinentes procedimentos no âmbito criminal por meio da promotoria especializada".
No domingo, ainda no primeiro tempo do jogo, que terminou empatado em 1 a 1, uma confusão iniciada por integrantes de duas organizadas nas arquibancadas teve troca de socos e pedradas - tanto dentro como fora do estádio -, paralisando a partida por 17 minutos. Alguns torcedores ficaram feridos e cerca de 30 foram detidos pela Brigada Militar de Veranópolis. 
A medida imposta pela direção do Inter já vale para a partida de amanhã contra o Brasil de Pelotas, no Beira-Rio, na estreia pela Primeira Liga. Para piorar a situação do clube, o episódio culminará em denúncia pelo Tribunal de Justiça Desportiva e possível perda de mando de campo de um a dez jogos.
Para este confronto, o técnico Antônio Carlos Zago não deverá contar com o atacante Diego. O jovem de 22 anos iniciou como titular, teve boa movimentação, mas foi sacado ainda na primeira etapa após sofrer uma dura entrada do goleiro Reynado, do VEC. Ele foi submetido a exames de imagem, que não detectaram uma lesão grave. Porém, o tornozelo direito segue inchado e dolorido.
Diego seguirá realizando tratamento fisioterápico até o momento do jogo. Com boa movimentação, o atacante vem ganhando a confiança de Zago nos treinamentos. Diante do Veranópolis, teve uma conclusão na trave e uma em gol nos poucos minutos em campo. Alguns jogadores devem ser poupados para encarar o Xavante, amanhã.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia