Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 29 de janeiro de 2017. Atualizado às 15h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

tecnologia

Alterada em 29/01 às 16h39min

Diretor-geral do Facebook no País deixa cargo

O argentino Marcos Angelini, diretor-geral do Facebook no Brasil, anunciou que está deixando a empresa. No cargo desde abril de 2016, o executivo comunicou a decisão ao Facebook na última quinta-feira, alegando "motivos pessoais".
Quem assume seu cargo de forma interina é o argentino Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook para a América Latina. "Queremos agradecer ao Marcos pela contribuição e lhe desejar sorte", disse Dzodan, em comunicado.
Não será a primeira vez que Dzodan acumulará a liderança no Brasil - ele já exerceu o cargo entre junho de 2015 e abril de 2016, após a saída de Leonardo Tristão. Em sua gestão, Dzodan ficou preso por 24 horas por ordem da Justiça de Sergipe, após o WhatsApp, que é do Facebook, não colaborar em uma investigação criminal.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia