Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 27 de janeiro de 2017. Atualizado às 17h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

27/01/2017 - 17h21min. Alterada em 27/01 às 18h55min

Grêmio e 4all lançam serviço para torcedor fazer pagamento com app do clube

Patricia Knebel
Os gremistas agora podem contar com um serviço inédito, resultado de uma parceria com a empresa de tecnologia 4all, e que vai permitir que os torcedores realizem pagamentos direto do aplicativo, sem precisar mexer em dinheiro ou cartão de crédito.
O usuário precisará apenas criar uma conta 4all (cadastrar e-mail, número de telefone e um cartão de crédito), ler o QR Code (código gerado pelo estabelecimento na hora da compra) e autorizar o pagamento. A transação leva apenas alguns segundos.
“Queremos estar presentes em todos os momentos do torcedor, conectando ele com os serviços de gastronomia, transporte e entretenimento”, exemplifica o Head de Comunicação e Relacionamento da 4all, Thiago Ribeiro. A ideia é dar comodidade e facilidade por meio da plataforma da empresa.
O potencial imediato de uso da solução são os cerca de 200 mil usuários que já possuem o app do Grêmio. Porém, o clube estima ter 8 milhões de fãs e torcedores espalhados pelo Brasil, e que poderiam aderir à novidade. Esse é o mesmo app que os torcedores já usavam, mas agora com esse acréscimo do módulo de pagamento. Para usar o serviço, não é preciso ser sócio do clube. O sistema é gratuito e está disponível para iOS e Android.
As transações poderão ser feitas em estabelecimentos da rede credenciada 4all, como The Chefs, Vinum, Posto Essen e Barbearia Mustache. O Head Corporativo da 4all, Manoel Cardoso, explica que, agora, o smartphone de um restaurante ou posto de gasolina vai substituir as tradicionais máquinas de POS.
“A vantagem para o estabelecimento é que o gestor não precisará mais pagar o aluguel desse equipamento e terá a oportunidade de criar ações especiais, como promoções, para levar consumidores para a sua loja”, relata. As taxas de transação se equivalem às praticadas hoje, mas dependendo da situação podem ser até menores. Também é possível utilizar o computador para fazer a leitura do QR Code.

Retorno para o clube

Outra novidade é que, a cada compra realizada por meio do app gremista, o torcedor vai ajudar o Grêmio, pois parte da taxa de cada transação será redirecionada para a instituição. “Além de gerar facilidades e benefícios ao usuário, esse serviço proporcionará ao clube uma nova potencialidade de receita. Futuramente, novas possibilidades de serviços também estarão disponíveis”, afirma o executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho.
O Head Corporativo da 4all diz que não existe ainda uma perspectiva exata do quanto o clube receberá de receitas via transações no app, mas comenta que deve equivaler ao “custo anual de um jogador como o Bolanõs” (o que equivaleria a algo em torno de R$ 3,6 milhões).
A 4all é a startup gaúcha mais badalada do momento. Foi criada e tem como CEO José Renato Hopf – que em 2003 fundou a GetNet, operação que se tornou uma das maiores de pagamentos da América Latina e foi vendida, em 2014, por US$ 1,1 bilhão ao Santander.
Primeira plataforma all-in-one do Brasil, permite a realização compras, pagamento do estacionamento do veículo, recarregar o cartão de transporte e agendar serviços diversos – tudo em único ambiente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia