Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 24 de janeiro de 2017. Atualizado às 09h13.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Dólar se firma em alta após abertura volátil com Trump, giro fraco e swap

O dólar mostra volatilidade no início da sessão desta terça-feira (24). Após abrir o dia em alta, a moeda norte-americana caiu pontualmente, mas depois voltou a oscilar com viés positivo frente o real. Operadores citam como influência para a divisa as decisões protecionistas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como a retirada do país da Parceria Transpacífico (TPP).
O movimento de alta é ajudado pelo baixo giro financeiro, mas a permanência do Banco Central no mercado local, ofertando novamente 15 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem, contribui para aliviar as cotações.
Por volta das 10 horas, o dólar à vista no balcão era negociado a R$ 3,1684, em alta de 0,07%, enquanto o dólar futuro para fevereiro estava cotado em R$ 3,1760, com valorização de 0,14%. Vale lembrar que o ajuste positivo ocorre após quedas acumuladas em 1,78% nas últimas três sessões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia