Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de janeiro de 2017. Atualizado às 11h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

varejo

Alterada em 23/01 às 12h23min

Movimento do comércio varejista cai 4,1% em 2016, diz Boa Vista SCPC

Em 2016, o setor com maior queda foi Tecidos, vestuário e calçados, que recuou 9,2%

Em 2016, o setor com maior queda foi Tecidos, vestuário e calçados, que recuou 9,2%


MARCO QUINTANA/JC
O movimento do comércio varejista caiu 4,1% em 2016, segundo pesquisa da Boa Vista SCPC. Na variação de dezembro ante novembro, com ajuste sazonal, o indicador recuou 2,3%. Em relação a dezembro de 2015, a queda foi de 0,8%.
"As dificuldades vivenciadas em nosso cenário econômico, tais como juros elevados, inflação alta, mercado de trabalho em deterioração e a consequente queda do consumo das famílias contribuíram decisivamente para retração das vendas varejistas ao longo de 2016", diz a Boa Vista em comunicado. "Contudo, com a perspectiva de desaceleração de preços e juros, um horizonte mais benigno deverá se consolidar, atingindo patamar positivo ainda no primeiro semestre de 2017", acrescenta a instituição em nota.
Em 2016, o setor com maior queda foi Tecidos, vestuário e calçados, que recuou 9,2%. Na sequência aparecem Combustíveis e lubrificantes (-5,6%), Móveis e eletrodomésticos (-5,1%) e Supermercado, alimentos e bebidas (-3,3%). O único que apresentou alta foi Outros artigos de varejo, com expansão de 0,7%.
O indicador de movimento do comércio é elaborado a partir da quantidade de consultas à base de dados da Boa Vista SCPC, por empresas do setor varejista. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100, e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia