Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de janeiro de 2017. Atualizado às 09h24.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Taxas futuras de juros abrem em viés de baixa acompanhando o dólar

No mercado de juros, as taxas exibem viés de baixa na manhã desta sexta-feira (20), em linha com o comportamento do dólar e a despeito do avanço dos rendimentos dos Treasuries diante da persistente cautela externa antes da posse de Donald Trump nos EUA.

Por volta das 10 horas (de Brasília), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2018 apontava 10,965%, ante 10,975% no ajuste de quinta.

O DI para janeiro de 2019 tinha taxa de 10,42%, ante 10,45%. Na ponta mais longa, o contrato com vencimento em janeiro de 2021 projetava 10,66%, de 10,69% no ajuste anterior.

Sobre a Lava Jato, na avaliação da consultoria de risco político Eurasia, a morte de Teori Zavascki pode atrasar o andamento da operação, mas não deve enfraquecer as investigações.

Na quinta, a informação de que o ministro estava no avião que caiu em Paraty, no Rio, pegou os mercados domésticos na última hora de negociação. A reação mais expressiva foi registrada na Bovespa, que acelerou a queda, mas pontualmente. Na manhã desta sexta, os desdobramentos da operação no Supremo são apenas monitorados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia