Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 18 de janeiro de 2017. Atualizado às 09h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 18/01 às 10h20min

Dólar abre em alta com tensão pré-Trump

O dólar abriu em alta nesta quarta-feira (18) em sintonia com a valorização externa da moeda norte-americana em relação a divisas principais e de países emergentes. Os fatores que contribuem para esse movimento são a agenda carregada de indicadores nos Estados Unidos nesta quarta e a tensão dos investidores às vésperas da posse de Donald Trump, que assume o comando da Casa Branca na sexta-feira, segundo um profissional do mercado.
Por volta das 10 horas, o dólar à vista subia 0,36%, negociado a R$ 3,2211, enquanto o dólar futuro para fevereiro estava cotado a R$ 3,2340, em alta de 0,28%.
A expectativa dos mercados domésticos agora é por uma coletiva à imprensa, no fim da manhã, com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, diretamente do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia