Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 10 de janeiro de 2017. Atualizado às 07h06.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

10/01/2017 - 08h11min. Alterada em 10/01 às 08h11min

Bolsa de Tóquio cai, influenciada por iene forte antes de coletiva de Trump

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta terça-feira (10), em meio à valorização do iene ante o dólar, movimento que tende a afetar ações de exportadoras. O índice Nikkei caiu 0,79%, encerrando o dia a 19.301,44 pontos. Ontem, o mercado japonês não operou devido a um feriado nacional.
Durante a madrugada, o dólar se enfraqueceu frente ao iene e ao euro, diante da apreensão de alguns investidores antes da primeira coletiva de imprensa oficial do presidente eleito dos EUA, Donald Trump. A coletiva de Trump está prevista para amanhã, em horário ainda a ser definido.
O iene forte normalmente prejudica os papéis de exportadoras negociadas em Tóquio, como as de montadoras. No setor automotivo, destacaram-se em baixa Mitsubishi Motors (-2,57%), Mazda (-1,41%), Toyota (-1%) e Nissan (-0,21%).
Ontem, um executivo da Toyota defendeu sua decisão de construir uma fábrica no México, "tomada há seis anos", e afirmou que a empresa pretende investir outros US$ 10 bilhões nos EUA nos próximos cinco anos, além dos US$ 22 bilhões despendidos desde sua chegada ao país, há 60 anos.
Na semana passada, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, criticou o projeto da Toyota para o México.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia