Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de janeiro de 2017. Atualizado às 15h32.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 06/01/2017. Alterada em 06/01 às 16h36min

Milho apresenta bom desenvolvimento no Rio Grande do Sul, informa Emater

A cultura do milho no Rio Grande do Sul encontra-se em todos os estágios, desde a semeadura, desenvolvimento vegetativo, floração, enchimento de grãos, maturação e início de colheita, em especial nas Missões, em áreas irrigadas. De acordo com a Emater, no Noroeste do Estado, os técnicos constam maior implantação da área de milho no cedo, em detrimento de uma segunda safra, que deverá ser ocupada com soja. Mesmo assim, nesta semana, deve se iniciar a semeadura da segunda safra de milho. Com as precipitações semanais e a fase avançada de enchimento das espigas do milho, se estima que a primeira safra conclua seu ciclo com boa produção.
Os preços do milho estão pressionados pelas fracas exportações, projeção de safra cheia (30 milhões de toneladas) e pela oferta agressiva, uma vez que os produtores necessitam vender o milho para liberar espaço para a safra de soja, que está tecnicamente implantada no Estado, apresentando 90% da área já implantada em germinação e desenvolvimento vegetativo, 9% em floração e de 1% em enchimento de grãos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia