Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de janeiro de 2017. Atualizado às 22h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 03/01/2017. Alterada em 02/01 às 21h13min

Focus prevê taxa de juros de 10,25% no fim de 2017

Os analistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) no relatório Focus elevaram ligeiramente as projeções para a inflação em 2017, mas apostam em queda mais acentuada dos juros neste ano: acreditam que a taxa Selic, referência no Brasil, chegará a dezembro em 10,25%. Há uma semana, a taxa esperada era de 10,5%.
A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central acontece no próximo dia 11. A expectativa é de corte de 0,5 ponto percentual, levando a taxa a 13,25%, com a ata dando indicações de que a autoridade monetária se inclina a uma maior flexibilização da política monetária - ou seja, com a possibilidade de cortes mais acentuados, diz Bernardo Gonin, economista da Rio Gestão de Recursos. "O Focus costuma ser um pouco atrasado, então creio que a aposta (em queda maior dos juros) ainda se deve a melhores números de inflação corrente e números muito fracos de atividade."
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia