Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h33.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Reestruturação do Estado

Notícia da edição impressa de 30/12/2016. Alterada em 29/12 às 22h34min

Liminar proíbe demissões na Fundação Piratini

Nesta quinta-feira, a juíza Maria Teresa Vieira da Silva Oliveira, da Justiça do Trabalho, concedeu liminar favorável aos servidores da TVE e FM Cultura, impedindo a demissão sem que haja negociação coletiva com os sindicatos que representam as categorias.
A Fundação Piratini, que abriga as emissoras, está entre os órgãos cuja extinção foi aprovada pela Assembleia Legislativa na semana passada. A decisão decorre de ação cautelar ajuizada pelos sindicatos dos Jornalistas e dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão do Estado e cabe recurso do governo. De acordo com o advogado Antonio Carlos Porto Junior, que representa o Sindicato dos Jornalistas, uma frente de entidades que se formou para atuar em defesa das fundações irá questionar as extinções.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia