Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h21.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Gente

Alterada em 22/12 às 21h24min

Em mensagem de fim de ano, Lula pede mudanças na economia e eleição antecipada

Ex-presidente postou mensagem em rede social

Ex-presidente postou mensagem em rede social


REPRODUÇÃO/JC
Em mensagem de fim de ano divulgada na tarde desta quinta-feira (22), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu mudanças na política econômica do governo Michel Temer e cobrou a antecipação das eleições presidenciais de 2018.
"Primeiro nós sabemos que é preciso restabelecer a democracia e só pode fazer o que estou falando um presidente que tenha respaldo popular e respaldo popular chama-se voto na urna. Portanto é preciso antecipar o processo eleitoral. É preciso que o povo volte a eleger um presidente pelo voto direto", diz Lula no vídeo de aproximadamente três minutos divulgado em sua página no Facebook.
Com um discurso em tom eleitoral, o ex-presidente critica e pede mudanças na política econômica de Michel Temer - cujo responsável, Henrique Meirelles, integrou os governos do petista. "O governo não pode só falar em corte. É preciso mudar o tom da música. O país está parado e vai continuar se o governo não mudar a política econômica", diz Lula que, na sequência, se coloca como alternativa ao dizer que está "falando com conhecimento de causa porque já fiz isso uma vez".
De acordo com Lula, o foco da política econômica deveria ser a geração de empregos e o crescimento do PIB com a inclusão "do povo" no processo de reconstrução econômica. "Nós já provamos que é possível o Brasil ser motivo de orgulho. Passamos 12 anos em que cada Natal era motivo de muita festa", afirma Lula. "O povo brasileiro precisa sonhar. E somente nós juntos seremos capazes de reconstruir este país economicamente e politicamente. Que 2017 seja o ano de recuperação do nosso país", completa o ex-presidente.
Assista ao vídeo:
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia