Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de dezembro de 2016. Atualizado às 16h31.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

assembleia legislativa

22/12/2016 - 17h19min. Alterada em 22/12 às 17h34min

Assembleia gaúcha aprova cassação do deputado Jardel

Segundo Roso, Jardel (foto) atentou contra o decoro parlamentar

Segundo Roso, Jardel (foto) atentou contra o decoro parlamentar


JONATHAN HECKLER/JC
A Assembleia Legislativa gaúcha decidiu, nesta quinta-feira (22), aprova o Projeto de Lei (PL) 27/2016, da Comissão de Ética Parlamentar, que declara a perda do mandato do deputado Mário Jardel Almeida Ribeiro (PSD).
Com 51 votos favoráveis e nenhum contrário, foi aprovada a cassação do deputado, seguindo o relatório da comissão - presidida pelo deputado Juliano Roso (PCdoB). Segundo o texto, Jardel atentou contra o decoro parlamentar.
O deputado é acusado de desvio de recursos da Assembleia, contratação de funcionários-fantasma, lavagem de dinheiro, extorsão de pessoas com cargos em comissão (CCs) e falsificação de documentos. Jardel foi alvo da chamada Operação Gol Contra, deflagrada pelo Ministério Público (MP) em novembro do ano passado.
Ex-jogador de futebol, com passagem vitoriosa pelo Grêmio, Jardel foi eleito deputado estadual em 2014 com 41.227 votos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia