Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de dezembro de 2016. Atualizado às 10h15.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

congresso nacional

15/12/2016 - 11h11min. Alterada em 15/12 às 11h19min

Em sessão solene, Congresso promulga emenda do teto de gastos

Antes da sessão, Renan (c) afirmou que a emenda é "uma grande vitória para o País"

Antes da sessão, Renan (c) afirmou que a emenda é "uma grande vitória para o País"


Agência Senado
O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), promulgou na manhã desta quinta-feira (15) a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece um limite para o crescimento dos gastos públicos, a emenda constitucional do teto. Com a promulgação, a nova regra entra automaticamente em vigor. Também estava presente na sessão, ao lado de Renan, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Antes da sessão, Renan afirmou que a emenda do teto é "uma grande vitória para o País". "A partir de agora temos uma regra para o crescimento do gasto público. Nós não tínhamos isso, e sim uma queda continuada da receita sem nenhuma regra para a evolução do gasto público. Isso é muito bom para o Brasil", disse.
Renan ressaltou que apenas o teto não vai "tirar o País da crise" e que ajustes ainda precisam ser feitos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia