Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h53.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 29/12 às 21h54min

Trump diz que concordou em ser informado sobre ação da Rússia nas eleições

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou um comunicado na noite desta quinta-feira, no qual comenta as sanções contra a Rússia aplicadas pelo governo de Barack Obama. Os EUA alegaram que Moscou interferiu nas eleições americanas sob a ação de hackers do país, que divulgaram e-mails de pessoas ligadas à democrata Hillary Clinton, rival de Trump na campanha deste ano.
Segundo o bilionário, "é hora do nosso país passar para coisas maiores e melhores", mas acrescentou que concordou em ser informado sobre novas descobertas das agências de inteligência americanas sobre a Rússia. Para Trump, o assunto "é interesse de nosso país e de seu grande povo".
O presidente eleito dos EUA disse, ainda, que irá se reunir com líderes das agências de inteligência americanas na próxima semana.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia