Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 20 de dezembro de 2016. Atualizado às 11h40.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

20/12/2016 - 12h41min. Alterada em 20/12 às 12h41min

Venezuela e Colômbia chegam a um acordo para reabrir fronteira

Os presidentes de Venezuela e Colômbia chegaram a um acordo para a reabertura progressiva da fronteira, após um fechamento de oito dias. A reabertura começará a partir desta terça-feira (19) com a liberação da passagem para pedestres, anunciou o ministro da Comunicação venezuelano, Ernesto Villegas.
A decisão foi tomada após uma conversa por telefone entre o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e o da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse Villegas em sua conta no Twitter.
Maduro decidiu em 12 de dezembro fechar a fronteira com a Colômbia para combater o contrabando de papel moeda venezuelano para o país vizinho. A medida foi tomada de forma simultânea à decisão de que as moedas de 100 bolívares não terão mais validade a partir de 16 de dezembro, sob o argumento de que isso evitará fraudes. As autoridades, porém, não conseguiram substituir em tempo hábil as cédulas antigas pelas novas, de valor maior. Após violentos distúrbios e saques em algumas cidades, Maduro prorrogou a vigência dessas cédulas até 2 de janeiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia