Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h33.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 30/12/2016. Alterada em 29/12 às 22h34min

UPAs de menor porte poderão funcionar com apenas dois médicos em vez de quatro

O Ministério da Saúde alterou a exigência mínima de médicos para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) como forma de tentar colocar em funcionamento locais prontos, mas fechados por falta de interesse dos municípios.
Atualmente, existem três tipos de UPAs. A mais simples, classificada de nível I, têm de ofertar quatro médicos, sete leitos e fazer, pelo menos, 150 atendimentos por dia. Com a medida, poderão funcionar com apenas dois profissionais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia