Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h39.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 27/12/2016. Alterada em 26/12 às 21h40min

Começo de semana escaldante no Rio Grande do Sul

Temperaturas continuam altas hoje em Porto Alegre, porém menores do que ontem

Temperaturas continuam altas hoje em Porto Alegre, porém menores do que ontem


JC
Depois de um Natal de muito calor, os gaúchos tiveram uma segunda-feira escaldante em todas as regiões. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a máxima do Estado foi registrada em Campo Bom, onde os termômetros marcaram 38,4 graus. Medições promovidas pelos municípios, porém, registraram temperaturas ainda maiores. Na Capital, o sistema Metroclima registrou, à tarde, 39,3 graus na estação Tristeza, com sensação térmica próxima dos 46 graus. É a segunda maior temperatura registrada pelo órgão em 2016, perdendo apenas para o dia 25 de janeiro, quando os termômetros do Metroclima chegaram a 40,7 graus.
A sensação de abafamento foi forte durante todo o dia, com chuvas rápidas em pontos isolados. O Inmet alerta que, para o dia de hoje, as condições meteorológicas favorecem a ocorrência de pancadas de chuva intensa, com ventos de até 90 km/h e possibilidade de trovoadas e queda de granizo em áreas isoladas. As temperaturas no Estado devem variar de 17 a 35 graus.
Para a Capital, a previsão é de uma terça-feira de tempo parcialmente nublado, com possibilidade de trovoadas e chuva moderada a forte em áreas isoladas. Não está descartada queda de granizo em alguns pontos. A temperatura mínima prevista é de 22 graus, e a máxima, de 32 graus.
Os temporais registrados na madrugada de ontem causaram interrupções no fornecimento de energia elétrica em diferentes pontos do Estado. No final da tarde, cerca de 7 mil clientes da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) seguiam sem luz, a metade (3,5 mil) na Região Metropolitana. Em Porto Alegre, eram 2 mil residências afetadas, com problemas registrados também em Viamão, Alvorada e Guaíba. Nas primeiras horas de ontem, pelo menos 140 mil residências chegaram a ficar sem energia no Estado.
Na região Sul do Estado, a CEEE contabilizava, ao fim da tarde, outras 3,5 mil pessoas sem luz, em especial nos municípios de Pelotas e Canguçu. De acordo com a companhia, a maioria das ocorrências estava associada a queda de galhos na rede. Em Porto Alegre, as rajadas de vento chegaram a 70 km/h. A previsão da companhia era normalizar a situação até o começo da noite nas áreas urbanas, enquanto residências na zona rural teriam que aguardar até a madrugada.
O consórcio Rio Grande Energia (RGE) registrava, na metade da tarde de ontem, 3 mil clientes sem eletricidade, em consequência de danos causados por uma ventania na Serra. A situação foi regularizada no final da tarde. Já a RGE Sul informou que não foram registradas interrupções em sua área de abrangência.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia