Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de dezembro de 2016. Atualizado às 13h40.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

estradas

Alterada em 16/12 às 14h45min

Estradas para praias gaúchas terão cercamento eletrônico neste verão

Vice-governador José Paulo Cairoli apresentou detalhes da operação de verão

Vice-governador José Paulo Cairoli apresentou detalhes da operação de verão


Lucas Aleixo/Ascom GVG/Divulgação/JC
O governo gaúcho anunciou nesta sexta-feira (16) que os acessos rodoviários para o as praias do litoral norte do Rio Grande do Sul serão monitorados eletronicamente neste veraneio, buscando evitar a entrada de veículos furtados ou roubados nas praias do Estado. O anúncio foi feito nesta manhã pelo vice-governador José Paulo Cairoli. O sistema de monitoramento abrangerá sete pontos em cinco rodovias estaduais: ERS-030 (Osório-Tramandaí), ERS-407 (BR-101 em Morro Alto-Capão da Canoa), ERS-486 (Rota do Sol), ERS-040 (Viamão-Balneário Pinhal/Cidreira) e ERS-389 (Estrada do Mar).
"Haverá uma ação conjunta dos órgãos da Segurança Pública agindo rapidamente quando for detectada alguma irregularidade pelo sistema de monitoramento, distribuídos em sete pontos. Após essa experiência, a medida poderá ser ampliada para todo o estado, com 45 pontos", observou o vice-governador.
O sistema implementado pelo Detran monitora os veículos que acessam as principais vias do litoral norte e identifica aqueles envolvidos em ocorrências policiais, como furto, roubo ou sequestros. Em caso de alguma irregularidade, o policiamento ostensivo é alertado e faz a abordagem. Veículos com problemas de documentação (como IPVA atrasado ou licenciamento vencido) também serão identificados. O projeto é pioneiro no Rio Grande do Sul e pode ser estendido a outras regiões do estado.
Outra novidade é o Pátio Legal, local que vai concentrar os veículos recuperados antes de serem periciados e devolvidos aos proprietários. É uma parceria do Detran com o Instituto Geral de Perícias (IGP) e funcionará em Capão da Canoa.
Nesta temporada, a 47ª Operação Golfinho contará com cerca de 3 mil homens no litoral norte, litoral sul e balneários da Costa Doce. O reforço inclui policiais militares, policiais civis, salva-vidas (bombeiros e civis) e técnicos do IGP. O número é semelhante ao empregado no veraneio anterior.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia