Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de dezembro de 2016. Atualizado às 14h15.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

ARTES

15/12/2016 - 15h16min. Alterada em 15/12 às 15h19min

Bienal do Mercosul é adiada para 2018

Nova edição da Bienal acontecerá em Porto Alegre entre os dias 5 de abril a 4 de junho

Nova edição da Bienal acontecerá em Porto Alegre entre os dias 5 de abril a 4 de junho


FREDY VIEIRA/JC
Cristiano Vieira
Ficou mesmo para 2018 a próxima edição da Bienal do Mercosul, que ocorreria ano que vem. Adiada devido à crise econômica brasileira, a megamostra passar por uma reformulação completa e terá curadoria do alemão Alfons Hug, que já passou pelas bienais de Veneza, São Paulo e Montevidéu, entre outras.
Conforme o presidente da Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, o projeto curatorial, denominado O triângulo do Atlântico, terá como base as influências culturais de regiões na história da América Latina – as matrizes europeia, africana e americana. “As bienais têm um compromisso com a vanguarda. Devem dizer para onde está indo a arte contemporânea e aproximá-la da população”, afirmou Schwartsmann.
A fundação trabalha com um orçamento inicial de R$ 3 milhões, considerado por ele “realista” e suficiente para fazer uma grande mostra sem perder a qualidade. A época da bienal também mudou: antes acontecendo no segundo semestre, agora ela irá ocorrer dos dias 5 de abril a 4 de junho de 2018.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia