Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h44.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Protestos

Notícia da edição impressa de 02/12/2016. Alterada em 01/12 às 19h36min

Parcão será palco de protesto contra mudanças no PL Anticorrupção neste domingo

Atos no Parcão marcaram campanha do Vem Pra Rua e MBL pelo impeachment de Dilma

Atos no Parcão marcaram campanha do Vem Pra Rua e MBL pelo impeachment de Dilma


FREDY VIEIRA/JC
Amanda Jansson Breitsameter
As alterações aprovadas na Câmara dos Deputados no Projeto de Lei Anticorrupção reacenderam a mobilização dos grupos que fizeram a campanha pelo impeachment de Dilma Rousseff. Neste domingo (4), a partir das 15h, o Parcão, no bairro Moinhos de Vento em Porto Alegre, será palco de protestos convocados pelo movimento Vem Pra Rua e Movimento Brasil Livre (MBL).
A manifestação foi reformulada e terá como foco a pressão para impedir que o Senado valide as mudanças da Câmara, entre elas a que trata do abuso de autoridade de juízes e procuradores, justamente os que lideraram a formulação das 10 medidas contra corrupção. No começo, o alvo seria a tentativa velada dos parlamentares de anistiar crimes passados,  como os de caixa-2, que acabou sendo abandonada após acordo que uniu a cúpula do Congresso nacional e o presidente Michel Temer, devido à repercussão negativa.
A coordenadora estadual do MBL, Paula Cassol, afirmou que medidas importantes do PL não foram nem debatidas. "Fizeram uma lambança com esse pacote", definiu Paula. Os supersalários no setor público e corte de gastos também serão bandeiras do protesto. O roteiro de atos começa por Brasília, às 10h em frente ao Congresso Nacional. São Paulo terá manifestação a partir das 14h, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista. O Vem Pra Rua prevê protestos em cidades de 23 estados, além do exterior, como Lisboa (Portugal), Londres (Inglaterra) e Springfield (EUA).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia