Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de dezembro de 2016. Atualizado às 18h13.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

futebol

28/12/2016 - 18h50min. Alterada em 28/12 às 19h16min

Meia Nadson se despede do Paraná e é mais um reforço da Chapecoense

Jogador com passagem por diversos clubes pequenos e médios do futebol brasileiro, o meia Nadson será reforço da Chapecoense para a temporada 2017. Nesta quarta-feira, o Paraná anunciou a saída do jogador, revelando que seu destino é o time de Chapecó.
Ele estava em litígio judicial com o Paraná, reclamando salários atrasados. Jogador e clube, porém, chegaram a um acordo para que ele se transfira para a Chapecoense, permanecendo com o Paraná parte dos direitos econômicos do atleta. Ainda segundo Paraná, Nadson assinará contrato de dois anos com a Chapecoense.
“Não estou saindo da forma como eu imaginava, mas isso faz parte do futebol e a Série B fica mais difícil a cada ano. Os torcedores sempre me trataram com muito carinho e eles podem ter certeza que sempre procurei dar o meu máximo dentro de campo. Por eles, fica a minha torcida pelo sucesso do Paraná na próxima temporada”, disse Nadson ao site do clube paranaense.
Nadson jogou no time B do Palmeiras e, depois, passou sem muito sucesso por Ponte Preta, Avaí, Bragantino, Audax e Guaratinguetá. No ano passado, foi bem no Sampaio Corrêa na Série B, chegando ao Paraná, onde atuou como titular absoluto durante toda a temporada 2016.
Antes de Nadson, a Chapecoense já havia acertado com o zagueiro Douglas Grolli (ex-Cruzeiro), o goleiro Elias (ex-Juventude), o meia Dodô (ex-Atlético-MG), o lateral-direito Moisés (ex-Grêmio) o atacante Rossi (ex-Goiás) e o lateral-direito uruguaio Zeballos (ex-Defensor, do Uruguai).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia