Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de dezembro de 2016. Atualizado às 19h21.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

mma

Alterada em 22/12 às 20h22min

Cris Cyborg recebe notificação por violação em antidoping no UFC

A organização do UFC anunciou nesta quinta-feira que a brasileira Cris Cyborg pode ter violado as regras de exame antidoping no início deste mês. A entidade revelou ter recebido uma notificação da Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada) informando a possibilidade de falha no procedimento envolvendo a brasileira.
A Usada ainda não informou qual seria o erro encontrado no exame feito pela lutadora. Cyborg afirmou, em uma postagem feita na sua conta do Twitter, que o seu médico está em contato com a agência para explicar o ocorrido, e negou veementemente que teria utilizado anabolizantes.
"O que posso dizer é que eles estão falando com o meu médico, e que eu estou calma. Todos sabem que estou doente, estou me recuperando do corte de peso que fiz para a última luta. O que está acontecendo agora é o pós-corte de peso. Todos sabem que estou doente e em tratamento médico. Não é algo ruim, e estamos em contato para resolver isso da melhor maneira", afirmou a lutadora.
As notificações feitas pela Usada não caracterizam automaticamente o doping. No entanto, elas costumam estar corretas nas suas indicações. O agente e namorado de Cyborg, Ray Elbe, afirmou ao site The Underground que a atleta está tomando remédios e tem autorização para tal.
"Não foi (doping) por esteroide, e ela tem uma receita médica como parte da terapia pós-luta que ela está utilizando depois do corte de peso tão severo. Isso já é conhecido há alguns dias, e Cris colocou o médico em contato com a Usada com todos os arquivos de paciente necessários para mostrar as razões pelas quais ela precisa da medicação", explicou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia