Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h35.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

internacional

18/12/2016 - 19h26min. Alterada em 18/12 às 19h45min

Torcedores do Internacional hostilizados em metrô são homenageados no Beira-Rio

Torcedores receberam camisas oficiais do clube

Torcedores receberam camisas oficiais do clube


MARIANA CAPRA/s.C. Internacional/Divulgação/JC
Os três torcedores do Internacional que foram hostilizados no metrô do Rio de Janeiro por torcedores do Fluminense na última semana receberam neste domingo uma homenagem da diretoria do clube colorado no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.
Os diretores de administração André Flores, Fabrício Berto e José Puerta entregaram uma camisa oficial para cada um deles no gramado do estádio. O Fluminense já havia pedido desculpas aos torcedores do Internacional e também deu ao trio uma camisa do clube carioca.
Os xingamentos dos torcedores do Fluminense ganharam repercussão nacional depois que o vídeo caiu nas redes sociais. Pelas imagens, um torcedor, depois identificado como Bruno Vargas Costa, acompanhado de dois amigos, começou a provocar o trio colorado. O que parecia uma brincadeira pelo rebaixamento do Internacional se tornou uma série de ofensas.
"Que m..., hein? Vai tomar no c...! Seu otário, olha para a câmera aqui! P... que pariu, seu filho da p..., rebaixado", disse o torcedor com a camiseta do Fluminense, quase encostando a sua cabeça à do colocado e com o dedo em riste, em tom ameaçador. O torcedor do Internacional não reage.
A gravação, divulgada por torcedores do Fluminense, tornou-se viral desde a noite de domingo. Nas redes sociais, os dados dele foram expostos, com diversas mensagens em tom ameaçador.
Bruno chegou a se explicar pelo Facebook, dizendo que "não houve nenhum tipo de agressão física da minha parte a torcedores do Internacional e sim gozação normal de futebol" e que, "por causa da repercussão negativa", se retratava "com os torcedores colorados e também das outras equipes". Logo depois, entretanto, a conta foi bloqueada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Celio Fontes Silva 18/12/2016 21h14min
Os torcedores do Internacional até comentaram: "Vamos ficar quietos por que eles são três e nós estamos sozinhos".