Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de dezembro de 2016. Atualizado às 18h22.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

06/12/2016 - 19h17min. Alterada em 06/12 às 19h26min

Renato encerra preparação com rachão e revela discurso para jogadores do Grêmio

Portaluppi orientou último treino do Grêmio antes da decisão na Copa do Brasil

Portaluppi orientou último treino do Grêmio antes da decisão na Copa do Brasil


Divulgação/JC
O Grêmio encerrou a preparação para a decisão da Copa do Brasil da forma mais descontraída possível. Para tirar a pressão do confronto diante do Atlético-MG quarta-feira, em Porto Alegre, o técnico Renato Gaúcho aproveitou a terça para promover um rachão na Arena, no último treino antes do confronto.
Se fechou a atividade nos últimos dias à imprensa, nesta terça Renato não impediu que os jornalistas acompanhassem o trabalho. Mais uma vez, o lateral Edílson e o zagueiro Pedro Geromel foram desfalques e ficaram na academia. No entanto, eles não preocupam para a decisão.
Sem maiores dúvidas, a tendência é que o único desfalque para esta quarta seja Pedro Rocha, suspenso após ter sido expulso na ida. Everton deve ser seu substituto, e o Grêmio deve ir a campo com: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro, Douglas e Everton; Luan.
Após a atividade desta terça, Renato foi o responsável por conceder entrevista coletiva e revelou o que disse para seus jogadores na véspera da decisão. O jogo desta quarta é a possibilidade de o Grêmio conquistar uma competição nacional de elite pela primeira vez desde 2001, quando levou justamente a Copa do Brasil.
"Falei para eles colocarem a cabeça no travesseiro e pensarem nas coisas boas que podem acontecer com o título. E vão acontecer. E se este título não vier, não podemos decepcionar nossa torcida. Depois da tragédia (da Chapecoense), não podemos deixar a torcida triste mais uma vez. Não vai faltar vontade, raça, entrega, determinação. E vamos sem medo de jogar, como foi no Mineirão. Vamos marcar, vamos jogar", prometeu.
O Grêmio tem a grande vantagem de ter vencido por 3 a 1 na ida, mesmo atuando na casa do adversário. Por isso, pode até perder por um gol de diferença que ficará com o título. "A cada fase que passa, estamos nos fortalecendo. Não vamos deixar escapar. Respeitamos o Atlético-MG, pela carência de título. Mas em frente a nossa torcida, eu sinto um elenco muito forte e fechado querendo muito", disse Renato.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia