Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 24 de dezembro de 2016. Atualizado às 17h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Turismo

Alterada em 24/12 às 18h58min

Queima de fogos do réveillon de Copacabana terá 4 minutos a menos

Espetáculo com fogos de artifício na Praia de Copacabana será mais curto este ano

Espetáculo com fogos de artifício na Praia de Copacabana será mais curto este ano


Alexandre Macieira/Riotur/Divulgação/JC
Folhapress
A queima de fogos de Copacabana, no Rio de Janeiro, a mais famosa do Brasil, que atrai 2 milhões de pessoas, vai durar 12 minutos, quatro minutos a menos nos últimos ano. Quem fez a afirmação foi o secretário municipal de Turismo do Rio de Janeiro, Antonio Mello. 'Neste ano, há a crise e [os patrocinadores] estão em dificuldade'.
Os contribuintes cariocas terão que arcar com R$ 5 milhões, afirmou Mello, mesmo com a prefeitura tendo encontrado um patrocinador em cima da hora.
A cidade do Rio de Janeiro enfrenta os custos de ter sediado a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, enquanto o Estado está à beira da falência, em um contexto de recessão do país.
A noite de Ano-Novo e o carnaval são os dois maiores eventos turísticos do Rio. Cerca de 800 mil turistas devem chegar até o dia 31 de dezembro.
Apesar da redução de quatro minutos, Mello confia na pirotecnia da festa. 'Não acho que o espetáculo vá perder sua grandeza, porque continua sendo muito tempo de fogos'.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia