Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de dezembro de 2016. Atualizado às 19h31.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 22/12 às 20h34min

Em Nova Iorque, dólar flutua entre altas e baixas em meio a dados mistos dos EUA

O dólar flutuou entre altas e baixas nesta quinta-feira (22), enquanto os investidores digeriam uma série de dados mistos dos Estados Unidos. O Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre se expandiu 3,5%, um ritmo mais rápido que o estimado anteriormente e também o crescimento trimestral mais forte em dois anos.
Outros números não foram tão positivos: a encomenda de bens duráveis caiu em relação a um mês atrás, enquanto o número de pedidos de auxílio-desemprego avançou, ainda que a tendência geral tenha permanecido consistente com um mercado de trabalho que está gerando vagas.
De forma geral, os dados pouco fizeram para mudar as expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) assuma uma postura mais "hawkish" no governo do presidente eleito Donald Trump. Além disso, as expectativas de expansão fiscal na próxima administração deve impulsionar a economia e o dólar, segundo analistas.
"Os dados foram sólidos e sugerem que mesmo que a economia possa ter mudado para um ritmo mais baixo no quarto semestre, o momento continua consideravelmente mais forte do que a maior parte das economias do mundo", disse Omer Esiner, analista chefe de mercado na Commonwealth Foreign Exchange.
Ao final da tarde desta quinta em Nova Iorque, perto do horário de fechamento das bolsas, o dólar ficava estável ante o iene, a 117,56 ienes, mesma cotação de ontem. Já o euro avançava a US$ 1,0438, de US$ 1,0431.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia