Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 19h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 21/12 às 20h33min

Dólar recua ante a maioria das moedas em Nova Iorque, com realização de lucros

O dólar recuou nesta quarta-feira (21), com os investidores aproveitando para realizar lucros após uma sequência de fortes ganhos. Ao final desta tarde, perto do horário de fechamento das bolsas de Nova Iorque, o dólar recuava a 117,56 ienes, de 117,80 ienes na tarde de terça-feira. Já o euro subia a US$ 1,0431, de US$ 1,0392.
As expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), vá adotar um ritmo mais rápido de aumento de juros no ano que vem impulsionaram o dólar a níveis altos na terça-feira. A maioria dos investidores acredita que o dólar deve continuar a subir, em meio a previsões de um Fed mais inclinado a juros altos e planos do novo governo de cortar impostos.
Por ora, no entanto, os analistas da TD Securities acham que o rali foi longe demais, "rápido demais no curto prazo, e o dólar deve apresentar uma leve queda".
Nesta quinta-feira, dados como as encomendas de bens duráveis e a última previsão do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre devem dar um melhor direcionamento sobre se o dólar tem espaço para subir mais no curto prazo, segundo analistas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia