Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de dezembro de 2016. Atualizado às 13h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Alterada em 16/12 às 14h28min

Indicador de atividade econômica sobe 0,4% em novembro, diz FGV

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil subiu 0,4% entre outubro e novembro, para 100,2 pontos, divulgaram nesta sexta-feira (16) o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e o Conference Board.
As instituições ainda informaram que quatro dos oito componentes contribuíram positivamente para o Iace em novembro: o índice de expectativas da Sondagem da Indústria, o índice de Termos de Troca, o índice de Produção Industrial de bens de consumo duráveis e o quantum de exportações.
O Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE), que mede as condições econômicas atuais, também avançou em novembro, após dois meses consecutivos de queda. Após subir 0,3%, o ICCE atingiu a marca de 96,6 pontos.
O economista do Ibre Paulo Picchetti observou, em nota, que, embora o Iace tenha voltado a subir em novembro, a taxa de variações semestrais manteve a queda, o que caracteriza uma adaptação das expectativas com relação ao nível de atividade brasileira. "O contexto desta adaptação pode ser mensurado pelo comportamento do ICCE, cuja variação mensal positiva em novembro ainda não foi suficiente para trazer a variação semestral para o terreno positivo", acrescentou Picchetti.
O Indicador Antecedente Composto da Economia agrega oito componentes econômicos que medem a atividade econômica no Brasil. Segundo as instituições, a reunião dos indicadores individuais em um índice composto filtra os chamados "ruídos", colaborando para que a tendência econômica efetiva seja encontrada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia