Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de dezembro de 2016. Atualizado às 18h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 13/12 às 20h02min

Dólar avança ante rivais com expectativa sobre reunião do Fed

O dólar avançou na comparação com os suas principais rivais um dia antes do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) encerrar sua última reunião de política monetária do ano e, possivelmente, anunciar um aumento nas taxas de juros - o que o mercado dá como certo.
No fim da tarde desta terça-feira, 13, em Nova Iorque, o dólar subia de 115,03 ienes no fim da tarde de ontem para 115,14 ienes; o euro recuava de US$ 1,0640 para US$ 1,0624; e a libra caía de US$ 1,2671 para US$ 1,2666.
Embora um aperto monetário pelo Fed seja amplamente precificado, os investidores continuam atentos para uma sinalização do BC americano quanto ao ritmo de aumentos nas taxas de juros nos próximos anos.
"Esperamos uma maior força do dólar com um cenário de aperto monetário do Fed", disseram analistas do Goldman Sachs, em nota. "Dito isso, também pensamos que a presidente do Fed, Janet Yellen, continuará a enfatizar que dados irão ditar o caminho futuro dos juros", afirmaram.
A divisa americana vem em um rali desde a vitória do republicano Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA, com os investidores acreditando nas promessas que o próximo governo irá cortar impostos e aumentar os investimentos em infraestrutura. Com isso, a inflação deverá acelerar, se tornando mais um indicativo para altas nos juros.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia