Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

infraestrutura

Notícia da edição impressa de 09/12/2016. Alterada em 08/12 às 20h36min

Petrobras reitera meta de desinvestimento entre 2015 e 2018

Edifício Sede da Petrobras no Rio de Janeiro  Foto Stéferson Faria  Agência Petrobras

Edifício Sede da Petrobras no Rio de Janeiro Foto Stéferson Faria Agência Petrobras


AG/STÉFERSON FARIA/agÊNCIA PETROBRAS
A Petrobras informou que as alterações propostas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e demais órgãos de controle não modificam a expectativa de cumprimento das metas do Programa de Parcerias e Desinvestimentos, de US$ 15,1 bilhões para o biênio 2015/2016 e de US$ 19,5 bilhões para 2017/2018. A petroleira informou ainda que a decisão cautelar proferida pelo TCU na quarta-feira, dia 7, autorizou o prosseguimento dos cinco processos que estão em fase final de negociação.
"O TCU também determinou que a Petrobras se abstenha de concluir os demais projetos em andamento e de iniciar novos processos, até que haja o pronunciamento de mérito pelo Tribunal", diz o comunicado da estatal.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia