Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h45.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 15/12/2016. Alterada em 14/12 às 21h45min

Um desafio atrás do outro

Mário Guitti
A indústria automotiva enfrenta fase especialmente desafiadora. Além de buscar novas rotas para sobreviver ao atual momento de profunda instabilidade econômica, as empresas têm mais trabalho pela frente: os dois sistemas da qualidade até então mais utilizados pelo setor - a ISO 9001:2008 e a ISO TS 16949:2009 - ganharam novas versões com prazos relativamente curtos para implantação.
Lideranças da indústria automotiva estão prognosticando a recuperação para 2025. A última crise levou exatamente isto: 10 longos anos! Talvez alguns setores da economia brasileira consigam reagir antes disso, mas o PIB precisa melhorar. Alguns alegam que a crise é mundial, mas o mundo venderá 90 milhões de veículos em 2016 e o Brasil ficará com 2 milhões ante quase 4 milhões de unidades.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia