Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h30.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

opinião

Notícia da edição impressa de 19/12/2016. Alterada em 18/12 às 21h28min

As iniciativas dos contribuintes contra o cerco da Receita Federal

Morvan Meirelles
Nos últimos anos, o governo federal vem apostando e investindo no aparelhamento da fiscalização da Receita Federal do Brasil como um dos mais importantes instrumentos de política pública de garantia de arrecadação tributária.
Em consequência dessa aposta, desde 2008, o lançamento de créditos tributários pelo fisco federal teve um crescimento vertiginoso. De algo próximo a R$ 80 bilhões em 2008, chegou-se a um pico de quase R$ 190 bilhões em 2013, retrocedendo para aproximadamente R$ 150 bilhões em 2014 e estabilizando-se em aproximadamente R$ 125 bilhões em 2015 e 2016, no último caso, conforme projeções do próprio órgão.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia