Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de novembro de 2016. Atualizado às 20h23.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

senado

30/11/2016 - 20h27min. Alterada em 30/11 às 21h25min

Pedido de urgência de pacote anticorrupção foi rejeitado por 44 a 14

Por um placar de 44 votos contra e 14 a favor, a maioria dos senadores rejeitaram, o requerimento de urgência apresentado pelo PMDB, PSD e PTC que na prática puxaria a votação em plenário o pacote anticorrupção aprovado pela Câmara na madruga desta quarta-feira, 30.
Durante as discussões, se colocaram contra a votação as bancadas do PSDB, DEM, PDT e PPS. Os demais partidos não se posicionaram publicamente. A tentativa de manobra foi conduzida pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que chegou a colocar o requerimento em discussão antes mesmo de ele ser inserido no sistema da Casa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia