Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 27 de novembro de 2016. Atualizado às 10h58.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Alterada em 27/11 às 11h59min

Votação da primária presidencial da direita acontece neste domingo na França

O segundo turno das primárias presidenciais do partido Os Republicanos na França ocorrem neste domingo (27). Os eleitores franceses deverão escolher entre Francois Fillon, de 62 anos, e Alain Juppe, de 71 anos. Fillon é apontado como o favorito por pesquisas e tem como plataforma política o combate ao extremismo islâmico. O vencedor irá concorrer com a líder da direita, Marine Le Pen, nas eleições gerais em abril de 2017.
O presidente em exercício da França, Francois Hollande, deve anunciar nas próximas semanas se será candidato para reeleição. Fillon tem ganhado popularidade nas últimas semanas com discursos de promover os valores familiares e reduzir a imigração na França "para o mínimo". Já Juppe tem uma visão mais pacifista para a sociedade francesa, baseada no respeito à liberdade religiosa e diversidade étnica.
Sobre a Rússia, os candidatos têm visões distintas. Fillon é a favor de estreitar as relações. Ele quer derrubar as sanções impostas ao País e ser parceiro da Rússia no embate aos extremistas do Estado Islâmico. Juppé, por outro lado, deseja manter as pressões ao governo de Vladimir Putin.
Ambos propõem cortes de gastos públicos, redução do número de servidores públicos, aumentar a aposentadoria de 62 para 65 anos, e ampliar o limite máximo de horas trabalhadas por semana.
Fillon foi primeiro-ministro de 2007 até 2012, durante o governo de Nicolas Sarcozy, que foi eliminado na primeira prévia do partido e agora apoia Fillon. Juppe foi primeiro-ministro de 1995 até 1997, durante o governo de Jacques Chirac. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia