Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 22 de novembro de 2016. Atualizado às 13h58.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

ESTADOS UNIDOS

Alterada em 22/11 às 15h02min

Antes cancelada, reunião de Donald Trump com New York Times deve ocorrer hoje

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou atrás e deve se reunir com representantes do jornal New York Times nesta terça-feira, confirmou seu porta-voz, após o republicano ter afirmado, através de um tuíte, que havia cancelado o encontro porque o jornal queria alterar os termos e condições da reunião. "A reunião ocorrerá como previsto", disse Hope Hicks, porta-voz de Trump.
O jornal declarou que não sabia sobre o cancelamento da reunião até tomarem conhecimento do tuíte de Trump, nesta manhã, e negou que tenha alterado os termos e condições para o encontro.
Trump também havia divulgado em sua conta no Twitter que "talvez uma nova reunião" fosse feita e criticou o jornal por fazer uma cobertura sobre ele "imprecisa e com um tom desagradável".
Mais tarde, em um novo tuíte, ele confirmou que a reunião com o New York Times deve ocorrer hoje, às 15h30 (de Brasília) e escreveu que está "esperando ansiosamente" pelo encontro.
O jornal confirmou que a reunião irá acontecer. "A equipe de Trump nos informou que o encontro com o presidente eleito está de pé. Ele irá se encontrar com nosso editor 'em off' (conversa que não será divulgada), seguida por uma reunião com nossos jornalistas e colunistas, cujo material será publicado", afirmou a vice-presidente sênior de comunicação do Times, Eileen M. Murphy.
A reunião com o New York Times ocorre um dia após Trump ter se encontrado com executivos e jornalistas das principais emissoras de televisão dos EUA na Trump Tower. Ele criticou a maneira como as emissoras realizaram a cobertura das eleições.
NO encontro, que foi "em off", organizado pela equipe do presidente eleito, ele criticou a cobertura da mídia, incluindo as pesquisas de intenção de voto que mostraram que ele perderia as eleições para Hillary Clinton.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia