Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de novembro de 2016. Atualizado às 16h08.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

acidente

29/11/2016 - 16h58min. Alterada em 29/11 às 17h09min

Retirada dos corpos de avião deve ser concluída até o final do dia

Os corpos, conforme disse o general, serão trasladados à cidade de Medellín

Os corpos, conforme disse o general, serão trasladados à cidade de Medellín


RAUL ARBOLEDA/STR/AFP/JC
Agência O Globo
A equipe de resgate que está trabalhando no local da tragédia do voo da Chapecoense já retirou 58 corpos e pretende encerrar as buscas até o final desta terça-feira, segundo o general Jorge Nieto, Diretor Geral da Polícia Nacional da Colômbia, que está desde esta madruga no lugar onde ocorreu o acidente. Os corpos, disse o general, serão trasladados à cidade de Medellín onde, em base a informações de impressões digitais fornecidas pela Interpol, serão identificados e entregues a seus familiares.
"Nunca se perde a esperança de encontrar sobreviventes, mas neste momento o que estamos fazendo é remover escombros e resgatar os corpos sem vida. Dos 58 já encontrados, 27 já foram levados para Medellín", confirmou o general colombiano.
Segundo Nieto, os primeiros 58 cadáveres encontrados "estavam numa posição mais fácil, os restantes estão debaixo de algum pedaço da aeronave".
"Já pedimos as informações necessárias à Interpol para poder fazer as identificações. Deve ser realizado um trâmite no setor de Medicina Legal, mas calculo que a partir de amanhã já começaremos a entregar os corpos a seus familiares", disse o Diretor da Polícia Nacional da Colômbia.
Nieto assegurou que os corpos já encontrados "estão num estado que permite seu fácil reconhecimento".
"Este é um acidente lamentável, poucas vezes vivemos uma situação assim em nosso país. As causas ainda estão sendo analisadas, até o momento o que temos são apenas hipóteses", apontou o general.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia