Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de novembro de 2016. Atualizado às 19h23.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança Pública

23/11/2016 - 19h59min. Alterada em 23/11 às 20h27min

Agentes de investigação da Força Nacional chegam a Porto Alegre

Agentes e peritos da Força Nacional chegaram em um ônibus a Porto Alegre

Agentes e peritos da Força Nacional chegaram em um ônibus a Porto Alegre


MARCO QUINTANA/JC
O reforço de agentes da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) para a Polícia Civil (PC) e o Instituto-Geral de Perícias (IGP) chegou nesta quarta-feira (23) a Porto Alegre. O chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, disse que a corporação contará com o apoio de um delegado e 25 agentes para o trabalho do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) nas áreas de vulnerabilidade social, com alta incidência de tráfico de drogas.
Wendt apontou que o reforço aumenta em 25% o efetivo do departamento. "Vamos conversar com o delegado que coordenará o grupo e traçar a estratégia. Priorizaremos quatro delegacias especializadas, com atenção direcionada para regiões de Porto Alegre, como os bairros Rubem Berta, Lomba do Pinheiro e o complexo Santa Tereza/Cruzeiro", acrescentou. O IGP terá 10 profissionais, seis papiloscopistas e quatro peritos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia