Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 29 de novembro de 2016. Atualizado às 09h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado financeiro

Alterada em 29/11 às 10h13min

Dólar abre em alta pressionado por preços do petróleo no exteiror

O dólar abriu a sessão desta terça-feira (29) com volatilidade. A moeda abriu em alta, passou a cair em seguida e voltou a subir após as 10h. A pressão de alta do dólar é amparada pelo avanço da moeda no exterior em meio à queda do petróleo de mais de 1%.
Por outro lado, a pressão de "vendidos em contratos cambiais", como bancos e fundos nacionais, e algumas ofertas de exportadores após a moeda à vista bater a máxima intraday ajudaram a aliviar as cotações logo após o começo da sessão.
Às 9h23min, o dólar à vista no balcão subia 0,17%, a R$ 3,3922 e o dólar para dezembro avançava 0,31%, a R$ 3,3965.
Investidores estarão nesta terça atentos às votações da PEC do teto de gastos públicos, em primeiro turno, no Senado, e do pacote anticorrupção no plenário da Câmara, a um dia da decisão do Copom sobre a Selic.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia