Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de novembro de 2016. Atualizado às 07h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

24/11/2016 - 08h20min. Alterada em 24/11 às 08h20min

Bolsas asiáticas fecham sem direção única, em meio à valorização do dólar

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quinta-feira (24), após recentes dados positivos dos EUA elevarem as chances de aumentos dos juros americanos, de fortalecimento do dólar e de novas saídas de capital da região.
Ontem, números sobre encomendas de bens duráveis e de confiança do consumidor dos EUA surpreenderam positivamente, fornecendo novos sinais de recuperação da maior economia do mundo e ajudando a impulsionar o dólar ante outras moedas, inclusive o iene.
Já o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) avaliou em ata de política monetária, também publicada na quarta-feira, que importantes segmentos da economia dos EUA estão mostrando força, o que abre espaço para a instituição voltar a elevar juros, possivelmente a partir do próximo mês. A última vez que o Fed aumentou os juros básicos foi em dezembro de 2015.
Na China, o índice Xangai Composto terminou o pregão estável, a 3.241,74 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,38%, a 2.121,49 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng teve queda de 0,30%, a 22.608,49 pontos.
No mercado japonês, por outro lado, o Nikkei subiu 0,94%, a 18.333,41 pontos, favorecido pela desvalorização do iene em relação ao dólar, movimento que tende a alimentar a demanda por ações de exportadoras, em especial de montadoras. No setor automotivo, destacaram-se em Tóquio os papéis da Toyota (+4,78%), da Nissan (+2,58%) e da Honda (+3,93%).
Entre bolsas asiáticas menores, o índice sul-coreano Kospi caiu 0,84% em Seul, a 1.971,26 pontos, mas o Taiex avançou 0,49% em Taiwan, a 9.178,23 pontos, e o filipino PSEi registrou alta de 0,54% em Manila, a 6.873,31 pontos.
Na Oceania, a bolsa australiana fechou estável, com o índice S&P/ASX 200 a 5.485,10 pontos, uma vez que modestos ganhos em ações de grandes bancos foram contrabalançados por uma queda nos papéis de produtoras de commodities.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia